Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Câmara e Junta de Freguesia são sócios honorários da Sociedade Imparcial

Ssolenesia 19jan13 1 750 2500
21 Janeiro 2013
A Câmara Municipal e a Junta de Freguesia de Alcochete foram distinguidas como Sócios Honorários da Sociedade Imparcial 15 de Janeiro de 1898 durante a sessão solene evocativa do 115.º aniversário desta colectividade, que decorreu no passado sábado, 19 de Janeiro.

Autarcas, sócios e simpatizantes da Sociedade Imparcial 15 de Janeiro de 1898 estiveram presentes no salão da colectividade para assistir a esta cerimónia de aniversário, durante a qual foram atribuídos os diplomas aos sócios com 25 e 50 anos de vida associativa, os diplomas a sócios beneméritos e a sócios honorários.

“Para sócios honorários foram aprovados, por unanimidade, a Junta de Freguesia de Alcochete, em virtude dos relevantes apoios para a Escola de Música e para a Sala de Ensaios Joaquim Nunes Janeiro, e a Câmara Municipal, em virtude dos relevantes apoios que têm sido dados à Sociedade Imparcial 15 de Janeiro de 1898 quer para a nossa sala de ensaios, aquando da sua construção, quer para o normal funcionamento da colectidade”, justificou o Presidente da Sociedade Imparcial, Manuel Jorge Arrôs, na sua intervenção.

Manuel Arrôs agradeceu e destacou o relevante papel de todos os sócios, dos músicos da Banda da Sociedade Imparcial de Alcochete e dos elementos do Orfeão da Sociedade que dão continuidade à história da Sociedade Imparcial 15 de Janeiro de 1898 e contribuem activamente para o seu engrandecimento.

Depois de recordar a génese da Sociedade Imparcial, que está intrinsecamente relacionada com a Restauração do Concelho, o Presidente da Câmara Municipal incentivou todos os cidadãos que dedicam a sua vida ao movimento associativo a não desistirem desta causa, apesar de todos os constrangimentos que actualmente condicionam a sua actividade.

“O movimento associativo é uma escola de virtudes, uma escola de vida. O movimento associativo é uma causa absolutamente exemplar e, muitas vezes, há dirigentes associativos que causticados pela realidade me dizem que, se fosse hoje, não aceitariam exercer estas funções. (…) E nesta casa que é absolutamente emblemática para o Concelho de Alcochete, vos digo: não desistam!”, referiu o Presidente da Câmara Municipal.

“Apesar das dificuldades, não estamos a assistir ao final da história pois, depois deste momento, outros momentos e outros tempos virão e cá estaremos, com os nossos valores, para perpetuarmos o movimento associativo e tudo o que tem que ver com causas públicas. E é através destes valores que conseguiremos construir um Portugal melhor, mais igualitário e mais solidário para os Portugueses”, concluiu ainda Luís Miguel Franco.

Durante a Sessão Solene ouviram-se ainda as intervenções do Presidente da Assembleia Municipal, Miguel Boieiro, do Presidente da Junta de Freguesia de Alcochete, Estêvão Boieiro, do Vereador Jorge Giro e do Vice-Presidente da Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto, Daniel Ventura.

Município de Alcochete © 2015 | Todos os direitos reservados

wc3 wcag 2.0 amrs logotipo logotipo wiremaze