Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Obras da Frente Ribeirinha de Alcochete já arrancaram

Frentribeirinha 1 750 2500
22 Março 2013

Arrancaram a 25 de Março, as obras relacionadas com a Regeneração da Frente Ribeirinha de Alcochete, que abrange a Rua do Norte, o Largo da Misericórdia e a Av. D. Manuel I.

Esta intervenção foi objecto de uma candidatura, ao abrigo do Programa Operacional Regional de Lisboa (PORL) do QREN, aprovada em 2009, e que tinha sido apresentada pela Autarquia em parceria com um conjunto de diferentes entidades, nomeadamente a APL – Administração do Porto de Lisboa, Fundação João Gonçalves Júnior, Santa Casa da Misericórdia de Alcochete e ICNB – RNET, Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade – Reserva Natural do Estuário do Tejo, que actualmente tem a designação de ICNF - Instituto de Conservação da Natureza e Florestas.

No que concerne a esta fase da obra a intervenção envolve a Câmara Municipal e a APL – Administração do Porto de Lisboa.

Os estaleiros de apoio à obra já estão a ser montados no Largo da Feira, e a intervenção terá naturalmente influência na circulação e estacionamento automóvel. A Câmara Municipal apela à compreensão de todos pelos incómodos causados durante esta obra que visa a requalificação de toda a zona ribeirinha de Alcochete.

A Regeneração da Frente Ribeirinha representa um custo total de €2.060.512,68, assumindo a Autarquia um investimento de €1.057.836,99 para a execução das intervenções que são da sua responsabilidade tendo garantido 80% de comparticipação de Fundos Comunitários.

Saiba o que vai mudar:


O que vai mudar na Ponte-Cais…

Reparação de patologias e renovação de estruturas.

Reabilitação das guardas laterais com recurso a materiais adequados às condições de exposição marítima.

Substituição do pavimento existente, que se encontra bastante degradado, com nova camada de pavimento betuminoso.

Substituição da actual rede de iluminação pública, com instalação de novos candeeiros, assim como cablagens e tubagens de protecção integralmente novas.



O que vai mudar na Avenida D. Manuel I…

Construção de um novo paredão sobre o rio, com uma extensão de 485 metros e com um avanço de 15 metros relativamente ao muro de contenção actualmente existente, concebido para mitigar os efeitos da ondulação sobre os traseuntes.

Serão mantidos os acessos ao rio, através da construção de duas novas rampas de varadouro a Norte, junto do Largo da Misericórdia, e a Sul junto ao Largo do Narciso.

O passeio ribeirinho será complementado com parcelas ajardinadas, tornando-o mais aprazível. A plantação de árvores nestas parcelas torna também o Jardim do Rossio mais resguardado dos ventos dominantes do quadrante Norte. Ao longo destas parcelas ajardinadas serão construídos três caminhos de atravessamento para permitir o acesso entre o passeio que ladeia a Avenida D. Manuel I e o novo passeio ribeirinho.

Construção de duas bolsas de estacionamento, reforçando a capacidade existente no troço inicial da Avenida D. Manuel I, desde a Rua da Quebrada até ao entroncamento com o arruamento que provém do Largo do Troino.

As vias de circulação automóvel serão pavimentadas em cubos de granito azul-cinza, os passeios em cubos miúdos e lajedo de granito amarelo de diversas dimensões, enquanto as áreas de estacionamento serão destacadas pelo pavimento em calçada de granito azul-cinza.

O passeio marginal terá um pavimento em betão betuminoso por ser mais confortável para caminhantes e menos susceptível à erosão em períodos de cheias e tempestade.

A rede de drenagem pluvial será redimensionada, tendo em conta o novo arranjo, bem como as necessidades de drenagem das zonas altas da vila de Alcochete.

Será instalado novo mobiliário urbano, designadamente bancos, iluminação, papeleiras, contentores de dejectos caninos, bebedouros, contentores subterrâneos, tutores de árvores, grelhas de protecção para caldeiras de árvore, estacionamentos de bicicletas e placas de sinalética informativa de acordo com o Plano de Harmonização de Sinalética e Mobiliário Urbano de Alcochete.

Será instalado um sistema de rega por aspersão e rega localizada.


O que vai mudar na Rua do Norte e no Largo da Misericórdia…

A Rua do Norte, de perfil exíguo, torna-se mais ampla graças à repavimentação e ao redimensionamento do estacionamento.

Os espaços de circulação pedonal e viária serão demarcados através da implantação de guias e lancis e da diferenciação de pavimentos.

Dado o reduzido perfil da Rua do Norte e a importância da presença arquitectónica das Igrejas da Misericórdia e Nossa Senhora da Vida, apenas serão plantadas árvores no Largo da Cova da Moura.

O muro marginal da Rua do Norte será requalificado com a colocação de elementos de remate e guarnição em cantaria, assegurando a sua protecção à acção dos elementos.

No Largo da Misericórdia proceder-se-á à reorganização das circulações viária e pedonal e à redefinição de lugares de estacionamento.

O Padrão de D. Manuel I será mantido e a rosa-dos-ventos a ele associada será reconstruída com materiais mais nobres.

À imagem do muro da Rua do Norte, será também substituído o capeamento do muro marginal do Largo da Misericórdia.

Município de Alcochete © 2015 | Todos os direitos reservados

wc3 wcag 2.0 amrs logotipo logotipo wiremaze