Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Saudação - Dia Mundial da Terceira Idade

1200x628 facebook shares 3 1 750 2500
29 Outubro 2020

A propósito do Dia Mundial da Terceira Idade, foi ontem apresentada e aprovada por unanimidade, na Reunião de Câmara realizada na Biblioteca Municipal, uma saudação apresentada pela senhora vice-presidente da Câmara, Maria de Fátima Soares, que transcrevemos aqui na íntegra:

Os idosos são os pilares das famílias. São responsáveis pela transmissão de conhecimento e valores aos mais novos. Propiciam o equilíbrio da dinâmica familiar ajudando a criar as futuras gerações.

Por outro lado, há idosos que por vários motivos, não estão perto dos seus, vivem em carência económica isolados, ao abandono em casa, ou mesmo depositados em Lares de terceira idade.

Neste Dia Mundial da Terceira Idade, o destaque deveria ser integralmente para os idosos com a realização de várias ações e atividades… Mas não estamos em tempos de comemorações, infelizmente estas comportariam um risco enorme a esta população tão vulnerável no aspeto da saúde.

Mais de metade das mortes europeias por Covid 19 aconteceram nesta faixa etária, os grandes surtos desenrolam-se em lares de idosos.

Os 65 anos de idade marcam a entrada na 3ª idade, mas felizmente estão bem longe de ser o passaporte para a velhice, o aumento da esperança de vida, de acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística, revelam que aos 65 anos os homens podem esperar viver mais cerca de 18 anos e as mulheres mais 21 anos, o que representa ganhos na ordem de 1,25 anos nos últimos 10 anos. Os dados do Instituto Nacional de Estatística confirmam que as mulheres continuam a viver mais anos do que os homens, apesar disso a expetativa de vida de homens e mulheres está a aproximar-se.

Mas o que é ser idoso? Desde 1944 que se estipulou que os 65 anos de idade iriam marcar oficialmente a entrada na 3ª idade. Com este estatuto chegam alguns benefícios, como a vacina da gripe a custo zero, redução na bilhética dos transportes ou nos programas culturais, entre outros.

Entende o Município de Alcochete que este público em concreto será sempre uma prioridade a consciencialização de que o envelhecimento não se faz sentir apenas a nível físico, em especial quando no seio familiar não há lugar à partilha, conduz os idosos à desmotivação, à apatia, à solidão, à diminuição da autoestima, ao isolamento social e à depressão.

Esta realidade merece uma ação firme e ampla que implique uma intervenção direta, uma modificação de representações e atitudes da sociedade que contribuam para um envelhecimento pleno, ativo e saudável.

A Organização Mundial de Saúde define o envelhecimento ativo e saudável como “…o processo de otimização das oportunidades para a saúde, participação e segurança, para a melhoria da qualidade de vida à medida que as pessoas envelhecem bem como o processo de desenvolvimento e manutenção da capacidade funcional, que contribui para o bem-estar das pessoas idosas, sendo a capacidade funcional o resultado da interação das capacidades intrínsecas da pessoa (físicas e mentais) com o meio.”.

Neste sentido foi desenvolvido o Plano Municipal Sénior de Alcochete que tem como principal objetivo, por um lado, a caraterização da população sénior e dos serviços existentes dirigidos à mesma. Por outro lado, a avaliação de ações já existentes, numa perspetiva de melhoria contínua e, conceber novas ações/projetos promotores de condições de saúde, participação e segurança, que visem o bem-estar dos munícipes ao longo de todo o seu processo de envelhecimento, numa lógica de racionalização de recursos privilegiando as necessidades identificadas a partir de um modelo de participação dos seniores do concelho de Alcochete.

A política municipal para a população sénior tem assentado em estratégias de estimulação do envelhecimento ativo através da criação de diversas atividades que respeitam as capacidades psico-motoras e necessidades desta faixa etária.

O Município de Alcochete está a dinamizar a candidatura “(Qual)idade +” que operacionaliza o eixo 6 - “Promover a inclusão social e combater a pobreza e a discriminação”, no âmbito da prioridade de investimento 9.4 – “Melhoria do acesso a serviços sustentáveis, de grande qualidade e a preços comportáveis, incluindo cuidados de saúde e serviços sociais de interesse geral”. Um investimento de cerca de 210 mil euros. Esta candidatura envolve vários serviços e atividades que visam melhorar a vida dos nossos idosos.

Hoje, dia Mundial da Terceira Idade, celebramos e damos VIVAS a quem já cuidou de nós e a todos os que continuam a estar na retaguarda das suas famílias!

A Vereadora do Pelouro de Desenvolvimento Social e Saúde

Maria de Fátima Soares

Município de Alcochete © 2020 | Todos os direitos reservados

wc3 wcag 2.0 amrs logotipo logotipo wiremaze