Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

“Strella do Dia” iniciam 7.º Festival de Expressões Ibéricas

Strella dia0 1 750 2500
02 Outubro 2009
Ontem, 1 de Outubro, em Alcochete, o Dia Mundial da Música foi comemorado em grande com o início do 7.º Festival de Expressões Ibéricas. Os “Strella do Dia” não deixaram por “mãos alheias” a abertura deste Festival e, através da sua música festiva, anunciaram um fim-de-semana especialmente dedicado à música ibérica.

“É de louvar haver iniciativas que apoiem o teatro e a animação de rua, independentemente do que ela seja de facto, mas, o importante é que aconteça num espaço público para que qualquer pessoa tenha acesso”, referiu um dos responsáveis deste projecto, Ricardo Vieira, depois de uma hora de autêntica música alta.

Trajados à época, e com uma grande panóplia de instrumentos de sopro e percussão, os “Strella do Dia” deambularam por algumas ruas do Núcleo Antigo da Vila e, com a sua poderosa e contagiante música, convidaram os transeuntes a ingressarem numa viagem sonora, em que a gaita-de-foles e os instrumentos de percussão ocuparam um lugar de destaque.

Depois de um pequeno percurso pela Vila, os “Strella do Dia” prosseguiram com o seu espectáculo no Largo de São João e depressa envolveram o público na sua música medieval.

Questionado sobre as vantagens de um espectáculo de rua, Ricardo Vieira destacou que: “numa animação de rua temos um contacto mais próximo com o público e esse é o lado que mais nos agrada de facto e, por outro lado, também conseguimos criar uma música poderosa a nível acústico devido aos instrumentos que utilizamos e há uma vertente mais lúdica”.

A arte de manipulação de objectos e de expressão corporal foram outras componentes que contribuíram para a forte envolvência deste espectáculo.

Ricardo Vieira (gaita-de-foles, tarota e crótalos), Alexandre Gabriel (tarota e percussão), Daniel Morgado ( timbalão e crótalos), Gonçalo do Carmo (gaita-de-foles, gralla e crótalos) e João Neves (surdo, djembé e percussões) são os músicos que constituem os “Strella do Dia” desde 2005 e que, nesta actuação, foram acompanhados por Eduardo Dias (malabarismo e manipulação de objectos).

Em conversa com a Câmara Municipal, Ricardo Vieira falou um pouco sobre o repertório do primeiro álbum da banda: “o repertório reúne essencialmente música medieval e, acima de tudo, neste álbum queremos recriar aquilo que nós provocamos na rua”.

Depois dos “Strella do Dia”, o 7.º Festival de Expressões Ibéricas prossegue hoje, 2 de Outubro, às 22h00, no Fórum Cultural, com Janita Salomé.


Entrevista com Ricardo Vieira


Excerto da actuação de rua




Município de Alcochete © 2020 | Todos os direitos reservados

wc3 wcag 2.0 amrs logotipo logotipo wiremaze