Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

“Almocreves” divulgam em Alcochete património cultural alentejano

Almocreves0 1 750 2500
06 Outubro 2009
Durante o fim-de-semana, a 7.ª edição do Festival de Expressões Ibéricas brindou o público com um conjunto de espectáculos em que a música ibérica assumiu diversos registos. No sábado à tarde, 3 de Outubro, foi a vez dos “Almocreves” actuarem no Largo de São João e demonstrarem que o património cultural da região alentejana encontra-se bem preservado.

Com sede na Amieira, Concelho de Portel, o Grupo de Cante Tradicional Alentejano “Os Almocreves” é um grupo constituído por trinta elementos que dão voz à cultura e à tradição das “terras de cante” através da recolha e criação de modas e poemas de natureza popular.

Em Alcochete, “Os Almocreves” percorreram o Largo de São João e presentearam o público com modas típicas em que temas como o amor, a paisagem alentejana e os trabalhos agrícolas assumiram algum destaque.

“Para além de algum romantismo que procuramos ter nos temas que falam da natureza e da paisagem alentejana, naturalmente, o amor está sempre presente, bem como os trabalhos agrícolas que também não deixaram de existir na mente dos mais velhos”, referiu o elemento Tolentino Cabo sobre os temas abordados.

“Muitos destes temas são recolhas muito antigas, embora nós tenhamos também a particularidade de termos aqui ‘criadores’ de modas, poetas que escrevem poemas muito actuais e que falam do presente”, acrescentou Tolentino Cabo.

Com um álbum já editado, “Os Almocreves” são um autêntico grupo de fusão, não só porque reúnem um repertório associado a uma Região, que se estende de Évora a Ourique e de Odemira a Moura, mas também porque dele fazem parte membros de todas as idades.

Tolentino Cabo distinguiu também a transversalidade do Grupo como uma das suas características: “Temos feito um trabalho no sentido de motivar os mais novos uma vez que é preciso aprendizagem. Actualmente temos trinta elementos e posso dizer que um terço deles tem menos de quarenta anos”, salientou.

“Os Almocreves” são uma formação que já existe desde 1987 e, desde então, tem dado o seu contributo na preservação da cultura de uma região através da recolha e cante de modas e poemas de natureza popular.


Entrevista com Tolentino Cabo


Excerto da actuação de rua


Município de Alcochete © 2020 | Todos os direitos reservados

wc3 wcag 2.0 amrs logotipo logotipo wiremaze