Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Sessão Solene da Restauração

15 Janeiro 2007
Personalidades e associações homenageadas
A Câmara Municipal de Alcochete promoveu ontem, dia 14, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, uma homenagem a personalidades, instituições e trabalhadores que, através das suas actividades e dos seus feitos, têm contribuído de forma notável para o engrandecimento do Município, iniciativa inserida nas comemorações do 109.º aniversário da Restauração da independência do concelho.

“É bom ver a Câmara Municipal com tanta gente, é sinal de que Alcochete efectivamente se orgulha da sua história”, sublinhou o Presidente da Câmara Municipal de Alcochete, Luís Miguel Franco, no início do seu discurso.



O edifício dos Paços do Concelho alindou-se para acolher uma numerosa assistência, com destaque para a presença dos Vereadores, Presidentes das Juntas e das Assembleias de Freguesia de Alcochete e Samouco, representantes das instituições concelhias e muitos munícipes.



O Presidente da Assembleia Municipal de Alcochete e ex - Presidente da Câmara Municipal, Miguel Boieiro, bem como a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Alcochete foram homenageados com a atribuição da Medalha D. Manuel I.



Esta medalha visa distinguir “pessoas individuais ou colectivas que, pelos seus feitos se destacaram em serviços distintos e altamente meritórios prestados ao Município ou aos seus habitantes, de forma exemplar e duradoura, e cujo nome tenha ficado, por tal facto, intrinsecamente ligado à vida e à História do Município”.



“A Medalha D. Manuel I será atribuída, no âmbito dos 30 anos do Poder Local Democrático, a um autarca modelo que se notabilizou durante 19 anos como Presidente desta Câmara Municipal e quatro anos como Vereador e que continua a mostrar o seu dinamismo como Presidente da Assembleia Municipal de Alcochete”, disse, numa referência à distinção entregue a Miguel Boieiro.



O autarca enalteceu a actividade dos Bombeiros Voluntários de Alcochete, considerando-os “absolutamente imprescindíveis ao Município” e anunciou que, no primeiro semestre de 2007, será constituído o Gabinete Municipal de Protecção Civil, dotado dos meios técnicos e humanos adequados, e concluída a elaboração do Plano Municipal de Emergência.

A Medalha Dourada da Restauração do Concelho, que se destina “a pessoas individuais e colectivas que, por actos praticados, tenham de forma notória contribuído para o engrandecimento do Concelho”, foi atribuída, respectivamente, ao cavaleiro tauromáquico e empresário, Eng.º Samuel Lupi, ao Grupo de Forcados Amadores do Aposento do Barrete Verde de Alcochete e ao Grupo de Forcados Amadores de Alcochete.



O autarca destacou o mérito da actividade desenvolvida em prol do concelho por Samuel Lupi como cavaleiro tauromáquico e empresário do sector turístico, enaltecendo ainda a sua nobreza de carácter e vitalidade aos 75 anos de idade.



“A festa dos toiros integra e constitui parte substancial da identidade local. Sentimos isto nas largadas de toiros e na Praça de Toiros quando vemos os nossos grupos de forcados pegarem “à unha”, mas sobretudo quando estamos fora do concelho, realizam uma pega brilhante e alguém diz que são de Alcochete e muito valentes”, sublinhou Luís Miguel Franco.



O Presidente da Câmara Municipal de Alcochete entregou ainda a Medalha de Bons Serviços – 30 Anos aos funcionários Joaquim da Glória Duarte, actual Encarregado do Sector de Águas, e a Manuel Maria Guerreiro, motorista afecto ao transporte escolar.



“Este ano homenageamos personalidades, mas também instituições que muito contribuem para o engrandecimento do nosso concelho e o trabalho e o empenho dos trabalhadores que, ao longo dos anos, dia após dia, prestam enormes serviços à Câmara, ao concelho e à sua população”, referiu o Presidente da Câmara Municipal.



Luís Miguel Franco salientou que “uma autarquia não é uma entidade abstracta”, destacando a importância do empenho dos trabalhadores “para o desenvolvimento das políticas do Município”.



A sessão solene encerrou com a actuação do Orfeão da Sociedade Imparcial 15 de Janeiro de 1898 que, sob a direcção do Maestro António Menino, interpretou, entre outros temas, o Hino da Restauração do Concelho.

Município de Alcochete © 2020 | Todos os direitos reservados

wc3 wcag 2.0 amrs logotipo logotipo wiremaze