Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Reunião 25 Novembro 2014

Período de Antes da Ordem do Dia

A deputada Patrícia Figueira da Bancada do CDS-PP apresentou a moção “Agradecer a verdadeira liberdade” que foi reprovada com 14 votos contra da Bancada da CDU, 4 abstenções da bancada do PS e 1 abstenção da bancada do CDS-PP, 2 votos favoráveis da Bancada do CDS-PP e 1 voto a favor da Bancada do PSD.

O deputado municipal Pedro Canteiro apresentou a moção “25 anos da Queda do Muro de Berlim” que foi rejeitada com os votos contra da Bancada da CDU, 1 abstenção da Bancada do CDS-PP, 2 votos favoráveis da Bancada do CDS-PP, 4 votos da Bancada do PS e 1 voto da Bancada do PSD.

A deputada municipal Patricia Figueira apresentou o voto de louvor “66.º Aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Alcochete” que depois de discutidas algumas expressões na forma como a moção foi redigida foi aprovado por 19 votos a favor das bancadas, da CDU, PS, CDS-PP e PSD e 3 abstenções da Bancada da CDU.

Mário Alves considerou que todas as bancadas deveriam encontrar um consenso para louvar os bombeiros de Alcochete.

Período da Ordem do Dia

No ponto relacionado com a desvinculação do concelho de Alcochete da Agência S. Energia, Patricia Figueira perguntou ao Executivo se resta algum passivo da Câmara Municipal que o vá onerar com a desvinculação da S.energia.

No ponto Retificação ao Acordo de Colaboração com a Fundação João Gonçalves Júnior, visando a implementação da CAF do Pré-escolar e do 1.º Ciclo do Ensino Básico no concelho de Alcochete, o deputado municipal Mário Alves colocou duas questões ao Executivo Municipal sobre quem é o responsável da direção pedagógica do CAF, se há algum planeamento pedagógico e entre que pessoas ou entidades é feita esta articulação das orientações preconizadas pela Câmara.
 
O Executivo Municipal respondeu às questões.

Período de Antes de Encerrar a Sessão
A deputada municipal Patricia Figueira pediu a palavra para esclarecer uma questão abordada antes da Ordem do Dia sobre a Sociedade Imparcial 15 de Janeiro de 1898, com a qual tiveram uma reunião e sobre o convite que o CDS fez à Sociedade Imparcial 15 de Janeiro de 1898 para estar presente nas comemorações do 1.º de Dezembro.

A deputada municipal referiu que nessa reunião que ocorreu a 18 de Novembro, foi transmitido dito que a Sociedade não tinha condições para se deslocar a Lisboa, e que existia um histórico de falta de comunicação com a Câmara Municipal, referindo que a Presidente da direção da coletividade lhe disse que a Sociedade está à espera há um ano de resposta a um pedido de audiência. Nós propusemos e foi aceite pela direção da SIA, interceder junto da Câmara através do CDS e não vejo qual é o problema de duas forças políticas ou mais se eventualmente se quiserem juntar, para tentar resolver este problema em meados de novembro que iria ocorrer a 1 de dezembro.

A deputada municipal considerou que se a Banda da Sociedade não estivesse representada seria mau para o Concelho de Alcochete, pois era a única banda filarmónica que à data não tinha confirmado a sua presença, porque não conseguia dispor de dinheiro para a deslocação, além da questão da deslocação no âmbito do 1.º de Dezembro, também há outras questões que pela falta de comunicação que nós podemos intermediar e não há problema nenhum nisso.

Patricia Figueira concluiu dizendo que pediu uma audiência ao Presidente da Câmara para tentar resolver este problema num curto espaço de tempo, e outros problemas, concluindo que recebeu resposta da Vereadora Raquel Prazeres através de oficio onde se mostrava disponível para reunir.

Executivo Municipal esclareceu os deputados municipais.

 

Município de Alcochete © 2015 | Todos os direitos reservados

wc3 wcag 2.0 amrs logotipo logotipo wiremaze