Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Atribuição de Foral

imagem

Foral de Alcochete e Aldeia Galega

D. Manuel I, “Rei de Portugal e dos Algarves, daquém e dalém-mar em África, Senhor da Guiné e da conquista, navegação e comércio da Etiópia, Arábia, Pérsia e da Índia”, concede Foral às Vilas de Alcochete e de Aldeia Galega, a 17 de Janeiro de 1515.

Durante o ano de 2015 Alcochete celebrou de forma efusiva os 500 anos da atribuição do Foral.

Uma Carta de Foral ou Foral é um diploma concedido pelo rei a uma povoação, que define as normas que regem as relações dos habitantes entre si e destes com o rei, além de regular impostos, portagens, taxas, multas e estabelecer direitos de protecção e obrigações militares.

No século XV o concelho do Ribatejo era constituído pelas primitivas freguesias de São Lourenço de Alhos Vedros e Santa Maria de Sabonha, integrando este último, a vila de Alcochete e de Aldeia Galega, Samouco e Sarilhos.

A 17 de Novembro de 1539 ficou estabelecido a separação entre as Câmaras de Aldeia Galega e Alcochete devido ao aumento da população em cada uma das Vilas.

Alcochete era, na época, uma vila moderna e um importante ponto de passagem para o sul do país, local de estadia da corte e da nobreza, destacado centro de apoio logístico na época dos Descobrimentos, com uma situação geográfica privilegiada em relação à capital, que abastece de produtos como vinho, sal, fruta, caça, lenha e carvão.

O Foral de Alcochete e Aldeia Galega é um documento histórico que nos fornece importantes informações sobre a época dos Descobrimentos e que nos dá indicações sobre a vida quotidiana das populações que aqui viviam, desde o vestuário, a alimentação, o comércio, o mobiliário, os produtos industriais e de construção civil, a cerâmica e os metais.

Em 2015 Alcochete comemora os 500 anos da Atribuição de Foral com uma vasta programação evocativa da época manuelina.

Município de Alcochete © 2015 | Todos os direitos reservados

wc3 wcag 2.0 amrs logotipo logotipo wiremaze