Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Rede Social

Criada pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 197/97, de 18 de novembro, e regulamentada através do Decreto-Lei n.º 115/2006, de 14 de junho, a Rede Social pretende fomentar a intervenção estratégica e concertada nos diferentes problemas sociais e incentivar redes de resposta integrada de âmbito local, num quadro de desenvolvimento social sustentável e autorregulado.

A Rede Social implica a criação e afinação de canais de comunicação e informação entre organismos públicos locais, ONG, instituições sociais, entidades privadas, com ou sem fins lucrativos, e entidades governamentais. Implica também a total abertura aos cidadãos e munícipes que constituem os sujeitos e protagonistas das metas que se pretendem atingir, numa lógica de congeminação contínua.

O funcionamento desses canais possibilita a visibilidade dos processos, práticas e resultados, bem como as interações entre parceiros e entre pessoas e ainda as ressonâncias no mundo envolvente.

 

Cantinas Sociais

A definição de Cantina Social está identificada no Plano de Emergência Social, com o objetivo de colmatar e/ou atenuar as necessidades, na área da alimentação, de pessoas e/ou famílias em situação de vulnerabilidade social.

A Cantina Social consiste numa resposta de intervenção na emergência social, no Concelho que pretende suprir as necessidades alimentares dos indivíduos e famílias em situação de vulnerabilidade sócio económica, através da disponibilização de refeições.

As refeições poderão ser levadas para consumo no domicílio ou, em alternativa, tomadas no local de funcionamento da cantina.

O serviço prestado pela cantina está disponível para todo e qualquer cidadão que cumpra os critérios de acesso à mesma, sendo garantido o total respeito pela sua privacidade e intimidade, assim como da confidencialidade dos seus dados pessoais.

Onde Funcionam as Cantinas Sociais?

Fundação João Gonçalves Júnior e Santa Casa da Misericórdia de Alcochete

Como podem os cidadãos aceder às Cantinas Sociais?

Sinalização pelos parceiros da Rede Social, Segurança Social, Autarquias, Instituições de Solidariedade Social, outros.

 

Loja Social

A Loja Social emerge da estratégia de desenvolvimento social integrado, com o intuito de promover mais um apoio, direcionado à população mais vulnerável de Alcochete.

A Loja Social tem como objetivo suprir as necessidades/carências imediatas do indivíduo e/ou agregado familiar carenciado, através da disponibilização de bens, novos ou usados, doados por particulares ou empresas, quer sejam do Concelho ou não.

Através da Loja Social a população mais vulnerável tem acesso a determinados bens, a título gratuito ou a título oneroso (valor solidário), de acordo com as necessidades das famílias, devidamente comprovadas.

Onde funciona a Loja Social?

Na Rua do Mercado, em Alcochete.

3ª e 4ª- 9H30-12H30

5ª - 14H00-17H00

Entidade Promotora:

Centro Comunitário Cais do Sal

 

Banco de Ajudas Técnicas

Também no âmbito da Rede Social, em parceria com Centro de Saúde, Santa Casa da Misericórdia e Centro Comunitário Cais do Sal, o Setor de Desenvolvimento Social da Câmara Municipal está a gerir e a desenvolver o projeto Banco de Ajudas Técnicas.

Este projeto contribui para a realização de uma política global, integrada e transversal de resposta às necessidades de pessoas com deficiência ou com incapacidade temporária, que visa prevenir, compensar, atenuar ou neutralizar as suas deficiências, incapacidades ou dificuldades, e minimizar o problema de aquisição dos produtos de apoio, permitindo assim o empréstimo gratuito dos mesmos, às pessoas mais necessitadas.

O que são Ajudas Técnicas?

Ajudas Técnicas são equipamentos necessários à prática de cuidados de higiene, repouso, conforto, levante e mobilidade tais como, cadeiras e bancos de banho, camas, cadeiras de rodas, andarilhos, canadianas e outros.

Quem pode solicitar Ajudas Técnicas?

Quem reside no Concelho

Quem seja portador de incapacidade/ deficiência ou que por motivos de perda de autonomia física careça de ajudas técnicas

Quem tenha rendimentos mensais iguais ou inferiores ao salário mínimo nacional em vigor à data do pedido (este critério pode ser substituído em função de uma análise sócio económica que justifique o apoio) 

 

Campanha Solidária

Qualquer entidade individual ou coletiva pode efetuar doações de equipamentos ao Banco de Ajudas Técnicas, de forma a aumentar a sua capacidade de resposta.

Se já não precisa e tem em sua casa algum produto de apoio, que esteja em boas condições, para ser utilizado por pessoas que dele necessitem, faça a sua doação.

 

CONTACTOS:

Setor de Desenvolvimento Social da Câmara Municipal

Edifício da Escola Conde de Ferreira

Largo Barão de Samora Correia

Tel.: 212 348 646

Telm.: 914 43 1630

Endereço eletrónico: geral@cm-alcochete.pt

Endereço eletrónico dis.sds@cm-alcochete.pt

Município de Alcochete © 2015 | Todos os direitos reservados

wc3 wcag 2.0 amrs logotipo logotipo wiremaze